Cuidados

Ninguém é perfeito. Todos nós cometemos erros. Infelizmente novos aquaristas cometem muitos

quando compram seu primeiro Kinguio. Conheça alguns deles e como evitá-los.

Fernanda Akiko Hisajima

Você não deve se sentir mal com isso. O correto seria todo mundo pesquisar a maneira adequada de cuidar do seu peixe e ciclar corretamente seu aquário antes de comprar o primeiro Kinguio, mas a falta de conhecimento combinada com maus conselhos induzem a pessoa ao erro. O importante, é claro, é que possamos aprender e nos tornamos melhores aquaristas ao longo do tempo. Isso significa aprender não apenas com nossos próprios erros mas também com os erros de outras pessoas. E é por isso que reunimos essa lista para ajudá-lo a aprender com os erros que as pessoas normalmente cometem.

 Foto: Mário Barros

Comprar um aquário muito pequeno

Você nunca deve manter seu peixe em uma tigela. Kinguios podem crescer até mais de trinta centímetros e precisam de muito espaço para nadar. Eles também produzem muita sujeira, o que significa que você precisa de uma grande quantidade de água para diluir seus resíduos e uma grande colônia de bactérias para converter os resíduos em produtos químicos menos prejudiciais. Todas essas coisas exigem um grande aquário.

Colocar muitos peixes no mesmo aquário

 Foto: Mário Barros

A escolha do aquário correto é uma das primeiras etapas para quem pretende criar kinguios.

Como mencionado acima, o Kinguio precisa de muito espaço e pode poluir a água rapidamente. Você deve, portanto, tomar cuidado para não lotar seu aquário.

Ciclar o aquário 

incorretamente

Kinguios produzem muita sujeira, o que é muito ruim para eles. Felizmente existem tipos de bactérias “boas” que podem converter a amônia em substâncias químicas menos nocivas. Antes mesmo de pegar seu peixe, você deve ciclar seu aquário para construir uma colônia dessas bactérias benéficas.

Alimentar muito

Não cometa o erro de super alimentar seu peixe.
O Kinguio não tem estômago, o que significa que a comida passa rapidamente pelos seu corpo. Além disso, o peixe continuará comendo e comendo, desde que haja comida disponível, sem nunca ficar “cheio”. Por isso você deve alimentar seu peixinho com algumas pequenas porções durante o dia, em vez de oferecer tudo de uma única vez.

As mídias de filtragem biológica são criadouros perfeitos para bactérias essenciais em nosso aquário.

Não fazer trocas parciais de água (TPAs) 

A água contém produtos químicos que podem prejudicar a colônia de bactérias benéficas. Portanto, você deve usar um bom condicionador para tratar a água da torneira e remover produtos químicos perigosos antes de adicionar água fresca ao aquário. Se não tratada, o cloro vai queimar as brânquias do seu peixe, assim ele não vai conseguir filtrar o oxigênio e acabará morrendo sufocado.

Não tratar a água da torneira

Geralmente você deve trocar um pouco da água do seu aquário uma vez por semana. Use um kit de testes para ficar de olho nos seus parâmetros de água e fazer uma troca de água com mais regularidade se você observar picos de amônia ou nitrito. 
Você não deve mudar toda a água do seu aquário de uma só vez. Sugerimos mudanças regulares de água de 20 a 30%. Use um sifão para aspirar o cascalho, remover a água e os resíduos.

TPAs são imprescindíveis para remover mecanicamente sujeita de nossos aquários e diluir toxinas

 Foto: Fernanda Akiko

Kinguio telescópio teve o olho

arrancado por carpa. 

Filtro, cascalho e decorações

Nas esponjas do filtro, mídias, cascalho e decorações, são onde as boas bactérias do seu aquário vivem! Nunca os lave em água da torneira! Em vez disso, remova um balde de água do aquário e use-o para limpá-los.
 

Manter peixes incompatíveis juntos

Não cometa o erro de manter outras espécies de peixes com seu Kinguio. Eles vão acabar atacando e machucando,

por isso nunca misture. Mesmo que certa pessoa tenha

dito que “no aquário dela deu certo”, uma hora pode acontecer o ataque, por isso, vamos evitar!

 Foto: Fernanda Akiko

 Foto: Mário Barros

Parasitas como o Íctio são facilmente introduzidos em aquários saudáveis quando compramos peixes contamindados.

 Foto: Mário Barros

Como mencionado anteriormente, Kinguios produzem muitos resíduos, que podem poluir a água. Você deve sempre usar um bom filtro com mídias para criar uma colônia de bactérias e manter a água do aquário segura para os peixes. Certifique-se de comprar um filtro que seja grande o suficiente para o seu aquário!

Não utilizar o filtro

apropriado

Peixes novos podem transmitir doenças, que se espalharão para os outros do seu aquário se você adicioná-los imediatamente. Por esta razão, você deve colocar em quarentena qualquer novo peixe em um aquário separado por pelo menos duas semanas, para ter certeza de que eles pareçam saudáveis e que nenhuma doença apareça.

Não fazer quarentena

Às vezes você pode fazer tudo certo e cuidar do seu peixe

muito bem, mas ainda assim ele viverá pouco. Isso pode ser

devido à compra de peixes de “baixa qualidade”, que já estão

fracos, atrofiados ou doentes antes mesmo de trazê-los
para casa.

Comprar peixes de má qualidade

Um sistema de filtragem é a alma de seu aquário, nele partículas sólidas serão filtradas e toxinas serão convertidas ou eliminadas. 

Foto: Mário Barros